Separando suas próximas ações por Contexto no GTD

Se você chegou até aqui e ainda não sabe o que é o GTD, sugiro que leia antes o meu post “Organização para fazer acontecer (seja produtivo usando o GTD)” para que falemos a mesma língua… 😀 Se você já conhece ou já usa o GTD, essa dica vai ser muito útil.

Após realizarmos a Coleta, vimos que no Processamento e Organização é necessário fazer alguns questionamentos para definir o que será realizado com cada item coletado. Uma das coisas que podemos fazer, é colocar o item numa ficha de ações posteriores. Mas se a sua lista de ações posteriores contiver todas a coisas que você precisa fazer misturadas você vai perder tempo procurando o que fazer. É aí que entram os Contextos!

listas1

Contextos, nada mais são que recursos ou locais necessários para que você realize determinada tarefa. Por exemplo: você precisa de um “computador” para “escrever um relatório para o gerente”; você precisa estar no “trabalho” para “conversar com o chefe sobre um novo projeto”; ou ainda, precisa de um “telefone” para “ligar para um amigo convidando-o para uma festa”. Com contextos você só verifica a lista do recurso que dispõe no momento ou do local em que está agora. Portanto, todas as tarefas que estão nas outras listas não podem ser realizadas, não devendo ser revisadas, economizando tempo que será investido na execução.

As listas de contextos geralmente são representadas com um “@” em frente à palavra que representa o contexto. Seguindo os exemplos anteriores teríamos os contextos @computador, @trabalho e @telefone.

Alguns dos contextos mais comuns são: @casa (coisas que só podem ser feitas em casa), @empresa/trabalho (coisas que precisam ser realizadas no ambiente de trabalho), @escola, @rua (coisas a comprar, lugares para visitar), @computador e @telefone, mas você pode ter contextos diferentes de acordo com sua necessidade.

Qualquer dúvida deixe seu comentário! Em breve falarei mais sobre GTD em outros posts.

Compre o livro oficial do GTD:

Deixe um comentário